Extraído do Livro DESTINADOS A VENCER
de Kris Vallotton da Editora Chara ( http://www.editorachara.com.br )

VISÃO INSPIRADORA

A visão é o caminho para a grandeza em todas as áreas da vida, em todas as vocações e em todas a realizações. Você precisa ver para ser!

“Tudo bem, Kris, entendi, mas como faço para ter uma visão?”

Você não pode se tornar o que você não viu nem ouviu. Uma das maneiras mais fáceis de passar a ter uma visão é conhecendo o sonho de outra pessoa. Por exemplo, digamos que você esteja interessada em se tornar uma bailarina. Nada despertará sua alma como assistir a outra pessoa que é uma dançarina extraordinária. Ou talvez você queira construir uma casa, mas não saiba que tipo de casa inspira você. Vá olhar algumas casas bonitas.

Se você foi chamado para ser um grande líder, leia biografias de líderes famosos, entreviste líderes que você admira e assista a documentários biográficos. Não demorará muito até que você comece a visualizar a si mesmo resolvendo situações ou realizando grandes feitos, assim como eles. Na verdade, encorajo você a praticar a grandeza imaginando a si mesmo no lugar de alguém cuja vida você está estudando.

Tenho feito isso há vinte anos. Na verdade, lembro-me de ter lido uma biografia sobre George Washington. Quando o autor começou a descrever as condições das tropas de Washington durante a Guerra da Independência, fechei os olhos e me imaginei no lugar dele. Comecei a ouvir seus soldados gemerem enquanto se moviam pelas florestas cobertas de neve, com os pés sangrentos e nus manchando o caminho atrás deles. Senti o conflito da alma de Washington enquanto ele era atormentado pela tarefa impossível de derrotar um exército britânico imenso e bem treinado com uma milícia de fazendeiros mal equipados e destreinados. Andei pelo chão sujo de sua tenda esfarrapada com ele à noite enquanto refletíamos sobre o sofrimento de seus homens corajosos que estavam literalmente morrendo de fome no campo.

Juntei-me a ele quando suas tropas corriam silenciosamente por Delaware à noite para escapar do ataque britânico que avançava. Pude sentir o coração dele batendo enquanto ele incentivava os últimos de seus homens a entrarem nos barcos, evitando por pouco serem capturados.

Enquanto eu percorria as páginas do livro, fiz algumas perguntas difíceis a mim mesmo: tenho o que é preciso para ser um líder corajoso? Eu teria me rendido diante daquela imensa disparidade? Como teria motivado um exército de homens fracos e doentes que estavam em menor número, com medo e sem recursos? Embora não percebesse isso na época, eu estava vivendo as experiências de George Washington e vendo em mim mesmo um potencial para ser um líder corajoso. Imagine ser um grande líder muito antes de realmente ser um bom líder.

TRABALHANDO FEITO LOUCO

A partir do momento em que você captura essa visão, o que vem em seguida é muito trabalho duro. A visão lhe dá motivação e energia. Ela é a cura para a apatia e o desleixo. Essa não é uma ideia nova. Em 1921, os editores de um jornal local da Indiana encorajaram os leitores: “A razão pela qual a maioria das pessoas não reconhece uma oportunidade quanto a encontra é porque ela geralmente anda por aí usando um macacão e com cara de trabalho duro.”

A verdade é que você foi “criado em Cristo Jesus para as boas obras, que Deus preparou de antemão” ( Efésios 2.10 ). Você também recebeu ordens de Jesus de trabalhar de tal maneira que as pessoas “vejam as vossas boas obras, e glorifiquem ao vosso Pai que está no céu” ( Mateus 5.16 ). Por alguma razão, porém, trabalho se tornou uma palavra de oito letras feia, ensinada como algo que é contrário à graça e visto como a maldição da Lei. Na realidade, o trabalho duro é a manifestação de grande graça na vida de um crente.

Graça não é somente favor imerecido; graça também é o poder operacional de Deus. A graça lhe dá a capacidade de fazer o que você não poderia fazer momentos antes de recebê-la. Resumindo, a graça lhe dá a habilidade, a motivação e a unção para trabalhar duro.

Muitos líderes ensinam que o trabalho árduo é para aqueles que não conhecem Deus, e que esforçar-se é antiespiritual. Na verdade a palavra grega para esforço, agonizomai, é usada cinco vezes em um sentido positivo no Novo Testamento. Jesus ordenou a todos nós “esforçai-vos por entrar pela porta estreita” ( Lucas 13.24 ).

Há uma diferença entre trabalhar e se esforçar pelo Reino e trabalhar e se esforçar despropositadamente. Por vivermos em uma corrida para se chegar ao topo fundamentada no desempenho, preocupados em chegar logo, mas na verdade correndo em uma roda para hamsters, costumamos gastar uma quantidade enorme de tempo e esforço com relativamente poucos resultados. Ficamos às vezes tão ocupados correndo com os outros roedores que raramente não tiramos o tempo necessário para termos uma visão real do nosso destino divino.

A visão é a bússola que nos ajuda a navegar pelos diferentes momentos da vida e nos permite sonhar junto com Deus, e não simplesmente com Deus. Quando sonhamos junto com Deus, nós co-criamos obras primas da Sua imaginação e finalmente cumprimos nosso destino divino. Em outras palavras a visão dá sentido às nossas vidas e ao trabalho duro que amplia com êxito as fronteiras do Reino. A visão transforma o trabalho duro em um trabalho de amor, em uma obra de paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *