O fim é só o começo

2 Comments

O FIM É SÓ O COMEÇO

Por Gil Morais

Quero falar hoje sobre esse tema em duas situações. Primeiro no fim do governo da nossa vida por nossas próprias mãos, no fim do domínio da nossa carne e das nossas decisões por nós mesmos, o fim de uma vida independente, para o início do reino de Deus sobre nós. Era isso que Jesus estava querendo dizer quando disse a Nicodemos que ele precisava nascer de novo. Nascer de novo representa deixar de viver para mim mesmo, deixar minhas vontades e viver os paradoxos que me são apresentados por Cristo como diminuir para crescer, ser o último para ser o primeiro, perder para ganhar…

A outra visão que tenho sobre isso envolve a eternidade. Estive num movimento de evangelismo no carnaval de Salvador – BA e pude perceber que, embora precisem de Jesus e reconheçam isso, algumas pessoas preferiam viver o momento de prazer que lhes era proporcionado na “festa da carne”. Pude questionar a várias delas se valeria a pena viver aqueles momentos de prazer e perder a eternidade com Cristo. Todos ficaram sem palavras.

Pareci duro na pergunta? O que dizer então do sermão “Pecadores nas mãos de um Deus irado” de Jonathan Edwards, através do qual, milhares de pessoas em todo o mundo arrependeram-se de sua vida hostil e a deixaram para viver com Cristo? O propósito de Deus é nos ter na eternidade e isso passa pelo cumprimento do tema desse texto que você está lendo agora. O fato é que todos nós sabemos que precisamos de arrependimento para que o desejo de Deus seja cumprido, por isso ficamos “sem palavras”.

Paulo sabia disso. Ohh quão convicto era o apóstolo de Cristo quando disse “O viver para mim é Cristo, morrer para mim é lucro” (Filipenses 1. 21). Quanta certeza na eternidade com o Pai das luzes tinha o Dr. Russel Shedd quando poucos dias antes da sua morte disse: “Estou passando por um sofrimento que nunca passei antes e essa é uma experiência muito boa, por que nos sentimos ‘desmamando’ do mundo e prontos para subir.”

O encontro com Jesus e sua obra de conversão nos dá a certeza de que a vida é eterna e que certamente estaremos com Ele para sempre. O encontro verdadeiro com Cristo nos deixa numa situação de constrangimento por que o seu amor nos deixa sem resposta quando confrontados nos nossos erros. Para que um ciclo de vida com Deus realmente comece, precisamos entender que outras coisas precisam chegar ao fim e isso ocorre num processo feito pelo Espírito Santo que convence e por nós que decidimos permitir que Ele realize sua obra.

O fim é só o começo.

Onde você começará sua eternidade depois do fim?

Gil Morais, 28 anos, filho do Deus Altíssimo, escritor, integrante da rede de jovens da Comunidade Família da Graça, Salvador-BA.

  • Lucas Pla

    Reply

    “Onde você começará sua eternidade depois do fim?”

    Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma com que sou plenamente conhecido.
    1 Coríntios 13:12

  • Sarah

    Reply

    Amei, muito bom !!! 👏👏👏👏👏

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *